Conheça

Translate


Como agradecer este milagre.

 A vida inteira eu andei procurando uma resposta para o que eu vim fazer nesta vida.
Eu não compreendia nada. Chorava o tempo inteiro. E sempre era tratada de maneira diferente dos outros.
Eu conheci o lado mais negro de mim mesma. Cheguei a acreditar que não valia a pena viver.
Eu quis tanto morrer, eu sonhava com a morte e procurava uma maneira de encontrá-la.
Mas eu nunca tive medo dela. Não sei bem porque.
A escuridão em volta da luz sempre me pertenceu. Que idiotice a minha.
Mas Deus nunca me deixou, mesmo nos momentos de maior angústia e dor. Onde eu não via mais sentido em nada. E nada mais importava, Deus sempre enviava algo ou alguém que me fazia sentir melhor.
Sempre me mandava alguém que precisava de mim, para que eu não colocasse um fim na minha vida.
E esse dom incomum para a escrita. Poemas que eu não sei de onde vem, mas sempre estão fluindo de mim, sem que eu tenha que me esforçar para escrever. O  poema que vou postar foi o mais doloroso para ser escrito.

 Dryca[1]
(Dryca Lys)


Dryca era uma garota triste
sempre estava sozinha.
Ela não sabia onde ir
presa dentro de si mesma,
cheia de medos e culpa.
Coração machucado insiste
insiste em achar sua alma perdida.
Ela esta destruída enquanto sorri.
Ela quer se achar, antes que se perca...
Se perca em suas neuroses e culpas.


Dryca se olhou no espelho e disse
que um dia curaria suas feridas,
que encontraria seu arco-íris,
que venceria a fúria da tempestade.
Mas havia sempre quem a ferisse,
lembrando suas amarguras e que era sozinha.
Muitos demônios não a deixavam ser feliz.
Seus olhos de luz mortos na obscuridade
de um súbito terror que a deixou muda,
com todos os seus medos e culpa.


Dryca foi atrás dessa tal felicidade
queria saber aonde poderia chegar.
Ela queria encontrar seu caminho.
Ninguém a impediu quando ela se atirou,
asas feridas, boca muda, queria voar.
Na busca dessa tal liberdade
cortou os pulsos e tentou o suicídio.
Estendi minha mão e ela agarrou.
Eu a amei, ela deixou de ser surda
voltou a falar e se libertou da sua culpa.

 Poema que integra o Livro "A Barca do Sonho"


[1] O poema mais difícil de ser escrito, o poema mais doloroso de ser lido... Mas finalmente a porta da liberdade se abriu diante de mim. Eu finalmente ouvi a voz que me disse: “vai, segue o seu caminho, seja feliz”. Eu não estou morta, apenas estou flutuando. Hoje não tenho mais medo, porque eu estou mudando. Cicatrizes profundas estão se fechando, pode se mudar os caminhos mas não se consegue apagar os fatos, com a chuva de verão, outono e inverno. A minha primavera voltou de novo.  Eu venci a força da minha tempestade, eu destruí meu inimigo, eu atravessei meu deserto. Dos cortes, feridas, ossos quebrados, espírito abatido, alma ferida e sonhos destruídos, eu me reergui das cinzas como a Fênix e venci meu maior inimigo. Venci meu maior medo, venci a mim mesma. Sem dúvida, a maior guerra que se trava é interna e seu pior inimigo é você mesmo. Eu venci a minha morte. Faço o que eu quero, eu posso, conquistei este direito.
---------------------------------------------------------
 
 Mas um belo dia, Deus decidiu que a minha vida iria brilhar. Então ele abriu as portas e meus livros começaram a ser editados.
E eu comecei a conhecer o mundo e o mundo começou a me conhecer.
A escuridão que eu estava inserida começou a dar lugar a luz, uma imensa luz.
Comecei a pedir que Deus falasse comigo, e eu não entendia. Mas Ele sempre me mandava palavras que me deixavam mais tranqüila.
Eu não conseguia compreendê-las, mas sabia que era a resposta que eu tanto procurava.

No princípio das tuas súplicas, saiu a ordem, e eu vim, para to declarar, porque és mui amado; considera, pois, a palavra, e entende a visão. Daniel 9; 23

 Eu tenho um sonho e Deus me enviou um anjo para realizar este sonho, um sonho que salvará vidas. E eu não sei como agradecer. E vejo o quanto eu fui egoísta pensando somente em mim. Mas mesmo em minha imperfeição Deus não me abandonou. E me mostrou e concretizou uma profecia que Ele me deu em 2006, quando me disse em sua palavra.


Então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará, e a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do SENHOR será a tua retaguarda. Isaías 58; 8

Eu não entendia e ficava atordoada. Sem saber o porque Ele me dizia isto, e Deus continou mandando a profecia.

E o SENHOR te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares áridos, e fortificará os teus ossos; e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam. E os que de ti procederem edificarão as antigas ruínas; e levantarás os fundamentos de geração em geração; e chamar-te-ão reparador das roturas, e restaurador de veredas para morar. Isaías 58; 11 e 12

 E hoje eu entendi Senhor. Não importa a placa da igreja que você congrega. O amor de Deus transcende isto. Ele é maior.
Não há limites, nem espaços que Deus não rompa para que a sua palavra se cumpra.



Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;
Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.
E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade. João 1; 12,13 e 14
Eu levanto meus braços aos céus neste momento para louvar ao Autor e Consumador da minha vida. Que me escolheu antes mesmo que eu nacesse. Que me ensinou o que eu tanto precisei saber.
Toda dor que eu passei foi para me moldar. Sim, Deus Poderoso, eu compreendo que todo fogo que eu passei nesta vida foi para provar que eu sou como o ouro. Que resiste ao fogo.
Eu tenho um sonho e esse sonho esta se tornando realidade. Um dia o Senhor me mostrou esta palavra;

Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim. Isaías 6:8
Eu respondi que eu iria onde fosse para honrar seu nome. Então Deus deixou a vida me provar, mesmo com toda dor, no coração queimava Envia me a mim.
 Hoje eu só tenho que te agradecer, eu estou petrificada, mais uma vez eu vi o milagre acontecer. Mas eu não imaginava que era tão grande. Maior que todos os meus sonhos. Eu não imaginava que o chamado seria tão grande.
Eu chorei, derramei lágrimas de sangue, quase desisti. Mas no meu leito de morte, o Senhor me mandou o refrigerio para minha alma tão cansada.
E a força voltou ao meu ser.
Eu tinha olhos mortos, mas Deus os reviveu. A escuridão saiu de dentro de mim, para dar lugar a uma luz tão imensa, que mesmo que eu tente esconder, a força da luz ilumina de maneira imensa que nada a esconde.
Senhor como agradecer a este amor tão grande.

"...Fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes." Malaquias 3:10

Realmente a benção enviada é sem medida meu Deus. Deus do meu amor. Deus da minha vida. Deus da minha redenção.


Pais espirituais
(Dryca Lys)



Abra os olhos, saia da caverna
ouça a voz do teu Salvador.
Não tenha medo de sair,
venha curar teu coração
venha, Jesus é o caminho.
Deixa Deus curar a tua dor.
Ele é poderoso, tua vida Ele liberta.
Deixe teu espírito à Deus ouvir
Ele encontra todo aquele que esta perdido.
Venha, saia do calabouço, dê me tua mão.


Os faço pais espirituais
saqueando o inferno,
mostrando o verdadeiro caminho.
Quebrando algemas do sofrimento eterno
Jesus é o único caminho.


Mensageiros de Deus
espalhem a boa semente.
A fé faz o milagre acontecer
almas perdidas gritam por socorro.
Espalhem o evangelho da salvação.
Os ungidos vieram para vencer
não temam aquele que mata o corpo
sejam a luz na escuridão.
Esmaguem a antiga serpente
Mensageiros, ungidos de Deus.



Os faço pais espirituais
saqueando o inferno,
mostrando o verdadeiro caminho.
Quebrando algemas do sofrimento eterno
Jesus é o único caminho.

Poema que integra a obra Jesus: A Poesia da Vida, direitos autorais a Dryca Lys desde 2009.
O Senhor me deu filhos espirituais, então chegou a hora de honrar a tua imensa bondade.

Obrigada meu Deus. Estou petrificada de alegria e regozijando com a alma. Toda honra e toda Glória pertencem à Ti. Senhor.

Com amor 

Dryca Lys.

1 comentários:

Tassio Denker disse...

“vai, segue o seu caminho, seja feliz”

Muito bom o texto. O "eu" do narrador e o "eu" do autor se confundem de tal forma, que podemos dizer que foi escrito com a alma!

Ajude a Somália. Clique Aqui

 

Programa Radar Paulista 18h

Visitantes do mundo

Rádio Vale do Acaí