Click e Ajude o projeto cinematográfico Luz e Sombra

Translate


A hipocrisia de fingir que se é contra o preconceito

 

 Vivemos um tempo estranho. Vivemos um tempo em que tudo é permitido e nada é punido.
Vivemos em um tempo onde as pessoas estão amplificando tudo de mais ruim que existe dentro delas. Onde o preconceito esta tomando mais força que em outros tempo.

Mas o preconceito exite desde que o mundo é mundo. Algumas diferenças são toleradas pelo receio de sofrer algum tipo de penalidade.

Mas outros preconceitos são praticados na maior caruda e a sociedade ainda aprova.


Mas o preconceito não é algo inato ao homem. Ele é criado pela sociedade e disseminado por gerações. E todos tem preconceitos que aprenderam e que a sociedade diz que é normal fazer isto.

=> Quando você odeia seu corpo, seu cabelo porque a sociedade diz que você tem que ser como uma capa de revista, você vê o nascimento de um preconceito que gera uma coisa mais dolorosa a auto punição pelo que se é.

Milhares de pessoas sofrem com Anorexia e Bulimia por causa de um eterno embate interno que foi plantado dentro delas. A insegurança e o ódio ao seu corpo.
E isto faz com que a pessoa acredite que é uma coisa que ela não é. Porque várias pessoas dizem que ela deve seguir um padrão imposto.
A busca da saúde é uma coisa bem diferente da auto mutilação corporal e da destruição da auto estima.
E com isso parece que nasce o "direito" de ridicularizar em público quem não esta dentro do padrão.
E o mais engraçado mostra o lado mais negro das pessoas o prazer de ver o outro sofrendo.


=> Quando você odeia a si mesmo por causa da sua cor de pele, por sua etnia, sua classe social.

Outro preconceito que faz com que milhares de pessoas sofram. Não importa de onde a pessoa vem, qual seu status ou sua cor de pele. Isso não interfere em nada na essência.
Uma pessoa não deixa de ser um ser humano por causa disto.
Mas é imposto um preconceito que pode ser declarado ou velado. Mas o preconceito existe. E ainda o pior se coloca dentro da pessoa um ódio contra ela mesma por razões que não a fazem pior ou melhor que ninguém, apenas fazer parte de algo que é característico dela e que deve ser respeitado.

=> O preceito religioso, o preconceito contra idade, defeito físico, doença, característica sexual, escolaridade, local onde se reside, local onde se trabalha.

Existe preconceito para tudo.

Mas o fundo é o mesmo. Programação mental pelo correr do tempo. O preconceito é passado de geração a geração e a discriminação é a exteriorização do preconceito.
Nós aprendemos a não gostar e ridicularizar aquilo que nossos ancestrais nos ensinam a não gostar. E muita gente ostenta a bandeira de dizer "não é preconceito, mas eu não me misturo com essa gente".

E quando agimos dessa maneira, nós coisificamos as pessoas. E ainda mostramos que não temos nada de bom a oferecer.
Você não precisa gostar de algo, mas você pode respeitar.
Quando você demonstra respeito você demonstra a grandeza de evolução como pessoa.
As pessoas não precisam de pena, dózinha. Elas querem respeito.
Não se prenda ao superficial, porque muitas vezes as aparências enganam muito.
É preciso muita coragem para mudar a sua visão e a sua opinião.
Porque isto exige um grande trabalho interno de ver o mundo com outros olhos e um imenso exercício de mudança de pensamento.

Eu não moro num país livre. Moro num país hipócrita. Porque não posso usar o que eu quero como eu quero. Não posso ser como eu sou porque sempre vão dizer que estou errada. Numa país onde se luta contra a corrupção, mas se oferece propina para escapar da multa de trânsito, se arruma um jeito de sonegar impostos, que se mente na justiça para não pagar a pensão alimentícia dos filhos, que se usa o que é destinado aos portadores de alguma deficiência física e se finge que não os vê, que prega a igualdade mas pratica a discriminação e o racismo. Que apoia a irresponsabilidade com o próprio corpo. Que se nega a educação e cultura e adora a putaria. Que não conhece a própria história de luta e fica pedindo volta da violência institucionalizada na ditadura. Estamos vivendo uma histeria coletiva que pessoas com interesses bem obscuros estão se beneficiando disto e quando as consequências vierem todo mundo vai reclamar.

Pense. Você pode mudar o mundo, quando você aprender a mudar a si mesmo.

Deixe a sua opinião, se quiser.

0 comentários:

Conheça

 

Programa Radar Paulista 18h

Visitantes do mundo

Rádio Vale do Acaí

Parceiro