Conheça

Translate


Se te perguntassem: O que você fez com a jornada que você recebeu? Qual seria a sua resposta.

 Imagine-se por um instante como um rio que passa. Ele anda infinitamente, as águas correndo e transformando tudo ao seu redor.
Olhe para a sua vida como um rio e tudo que passa por sua vida, pessoas e situações, como um cenário que cresce com o toque das águas que emanam de você.
Agora se pergunte. O que você tem construído ao longo do seu caminho?
Será que ao longo do afluente do seu rio há flores e arvores frondosas, que atraem pássaros e outros animais para o refugio e a paz que é emanada daquele rio maravilhoso que passa por elas.
Ou você tem sido um rio furioso que destrói tudo ao seu redor.
Algumas pessoas começaram a me perguntar o porque ando meio filosófica ou porque tenho praticado o silêncio prolongado e a ausência de companhia.
A vida é um eterno aprendizado. E estar bravo não significa que se tem ódio ou que se quer destruir algo.
Todas as pessoas têm as suas maneiras próprias de se expressar. As vezes o gritar, o brigar é a forma, mesmo que desordenada, de colocar para fora todas as inseguranças e dores que correm por baixo da pele.
Outras pessoas procuram o silêncio e o afastamento.
A distância, algumas vezes, ajuda. Porque infelizmente somos seres humanos. E o egoísmo impera. Minha dor é maior que a sua. Minha solidão é mais dolorida que a sua. Tudo que é meu é maior que o do outro.
O narcismo e individualismo imperam neste mundo. É uma característica humana inata. Todos nascemos com isto e morreremos com isto.
Mas tudo depende de uma escolha simples. Eu quero aprender a ser uma pessoa de alma mais pura ou quero apenas viver de ilusão.
Tudo se resume a uma simples escolha. Viver iludido ou aprender o que é mais relevante.
A vida é como um rio. Ela passa, nunca mais será a mesma. E nunca volta atrás.
Temos que aprender a seguir em frente sempre e sempre.
Porém há uma lição que deixamos passar desapercebidamente, porque ela é tão sútil.
Se você é um rio, seu dever é levar a vida a todos os cantos que você atinge.
Porém nos perdermos com tantas vozes neste mundo, nos perdemos em tantas imposições de padrões.
Seja isso, tenha aquilo, faça isto, vista aquilo. Ser legal é estar em determinado lugar ou com determinadas pessoas.
Tantas vozes que não nos levam a lugar nenhum, mas conseguem confundir nossos pensamentos e até mesmo quem realmente somos.
Deixamos a mentira das ilusões cortar nossas asas. Nos encolhemos diante do medo. Nós odiamos quando muitas pessoas começam a repetir a mesma mentira com tanta veemência que acreditamos ser verdade.
Seguimos um rebanho de pessoas assustadas, que muitas vezes são guiadas por lideres inseguros e oportunistas.
Mas há uma voz que grita lá dentro de cada um de nós. Uma voz que grita constantemente dizendo. "Nunca se esqueça de quem você realmente é".
Uma voz que grita "não deixe que te cortem suas asas".
Mas precisamos aprender a não nos perdermos em meio a multidão. Porque muitas vezes somos levados a seguir as ilusões, e deixar para trás quem realmente somos.
A gente se assusta quando uma pessoa nos ama de verdade, começamos a ouvir as vozes que dizem que é mentira quando alguém nos aceita incondicionalmente e não tem intenção nenhuma de nos mudar. 
E nos surpreendemos quando os animais nos amam de uma maneira tão incondicional. Porque nos humanos nos assustamos com o amor?
Simples... Passamos uma vida inteira sofrendo desilusões, porque somos ensinados desde pequenos a ter medo.
A não confiar em nada e em ninguém. Aprendemos desde cedo que o amor machuca... Amor não existe. Se não esta dentro de um padrão enlatado e pré-definido então não serve.
Queremos a aparência a qualquer custo, mas não entendemos que cada um tem seu tempo para aprender e crescer.
Queremos o "amor" avassalador miojo. Fica pronto em três minutos e depois acaba.
Vivemos o agora desesperadamente. Porém o amanhã não importa.
Eu acredito no ensinamento oriental. Que vem do principio do infinito.
Vai ao céu e volta a terra. Não há começo e não há fim. Mas há uma infinita sucessão de escolhas. Se elas são boas o não tudo depende do que cada espera e procura.
Devemos aprender a não ter medo. Devemos aprender a entender os sinais da vida. Ouvir a voz da vida que fala conosco todos os dias.
Aprender a distinguir o bem do mal. O bom do mau.
Evoluir não é uma tarefa fácil. Mas olha que legal, você aprender a descobrir quem você realmente é.
E quando você aprende quem você realmente é, a sua vibração muda. E tudo ao seu redor muda também.
Sua energia começa atrair o que é melhor para você.
E, que mágico, você não tem mais medo de ser você. E assim aprende que você nunca precisou provar nada a ninguém. 
E o mais importante você aprende que você é a água que corre no rio da vida. Então aprende que morte e vida são as faces da mesma moeda e que não precisa ter medo. E uma não é o fim. Apenas um eterno começo.
Se tudo nesta vida passa. Mas a memória permanece viva. Isto é a chave da eternidade. Então deixe as melhores lembranças que você puder.
Porque no final de tudo quando naquele momento em que você fizer a passagem, haverá uma pergunta que você terá que responder.

O que você fez com a jornada que você recebeu?

É para pensar.

Com carinho

Dryca Lys

0 comentários:

Ajude a Somália. Clique Aqui

 

Programa Radar Paulista 18h

Visitantes do mundo

Rádio Vale do Acaí