Ajude a Somália. Clique Aqui

Translate


60 minutos assim assim - Revisitando Nelson Rodrigues



Um espetáculo despretencioso, rústico. Porem surpreendente em alguns momentos. Alguns atores do espetáculo não me surpreenderam, pois eu já conheço a qualidade artística deles.
Porém outros me deram um gostinho de quero mais e me surpreenderam com o poder de sua atuação.
O espetáculo fala do controverso universo de Nelson Rodrigues, com uma compilação de seus contos por Jean Dandrah. Segue uma parte do clichê que mulher gosta de apanhar, mas traz nuances empolgantes de uma movimentação incomum. Nelson no teatro de arena.
O texto e a obra seguem um mix saudosista com nuances tecnológicas atraentes.
Porém a surpresa vem com a atuação do grupo, com destaques para Leandro Bitar, que parece em camaleão em cena, ora o macho que usa de subterfúgios para enganar seu amigo enlutado e depois se torna um doce menino que queria ser menina, vestida de noiva.

Outra atuação que chama a atenção é a de Thaynara Azevedo e Ana Flávia Simões, numa canção melodiosa teatral que nos leva a lugares inimagináveis dentro de nossa imaginação.

Julia Costa dispensa qualquer comentário, pois sua competência e poder dramático são inquestionáveis.

O time masculino também é muito bom. Mas Marcus Lunardi traz o frescor do macho que se questiona sobre o amor feminino, por não entende-lo muito bem. E até aquela tortura emocional que algumas mulheres gostam.

Mesmo segurando um papel altamente dramático Jefferson Mascarenhas consegue dar um tom cômico sutil aos personagens que encarna.

É um bom espetáculo que transita entre o clichê de Nelson e tons quentes de sentimentos escondidos por baixo das entrelinhas de Nelson.

Um bom elenco e uma direção competente.

Ficou curioso. Então assista a temporada de 60 minutos assim assim, em São Paulo, local Oficina de Artes Rosina Pagan, reservas pelo telefone (11) 27697388



0 comentários:

Conheça

 

Programa Radar Paulista 18h

Visitantes do mundo

Rádio Vale do Acaí