Conheça

Translate


A superficialidade contemporanea


Hoje eu parei por alguns instantes e comecei a questionar o que tenho procurado nesta vida.
Tantos estudos sobre Nelson Rodrigues, Plínio Marcos, cinema, teatro e televisão.
De repente parei alguns instantes. E comecei a olhar para mim mesma. Desde ontem uma certa tristeza tomou conta de mim.
Passei a pensar sobre como a humanidade regrediu nesta caminhada para a evolução.
Sim, regredimos e muito.
Reconheço que avançamos muito em tecnologia, fomos capazes de realizar o sonho de muitos de estar em todo lugar, sempre precisar se deslocar para lá.
Quando criança eu sonhava que um dia poderia conversar com alguém, por exemplo, que morasse na França, sem precisar viajar para lá.
E pasmem, pessoas do mundo todo falam comigo e eu com estas pessoas. 
Uma interação social e cultural que me deixa muito feliz.
Mas as relações humanas se tornaram mais vazias.
Mas desde que o mundo é mundo sempre existiram as relações humanas vazias, a violência, o desprezo e tudo que se tem hoje em dia.
Sim isto é verdade, desde que o mundo é mundo tudo isto sempre existiu.

Mas hoje isto se tornou corriqueiro, infelizmente tem se tornado normal.
Você mesmo em meio a muitas pessoas se sente sozinho. Porque se tornou mais importante o celular, o computador, o virtual...
Uma amiga estava falando sobre a mudança das relações humanas e isto me fez pensar em muitas coisas.
Hoje você não tem direito a ficar triste, as pessoas vendem a ideia de felicidade o tempo todo. Como se nada acontecesse. Também falou sobre como a tecnologia tirou o direito a solidão, que as vezes é muito necessária as pessoas.
Dentro desta situação, 24 horas por dia, a cada segundo você recebe SMS, mensagem de Whatsapp, facebook, twitter, snapchat, instagram, google, informações de todos os lados o tempo todo...
Com o volume de informações que se recebe as pessoas perderam o filtro para verificar o que é verdade ou o que não é.
E nesta onda de compartilhamento quase que mecânico que as pessoas tem feito.
Muitos espertinhos perceberam que conseguiram divulgação gratuita da maneira mais fácil. A divulgação baseada na falta de informação.
Alguns políticos passaram a fazer discursos mais revoltantes para estimular a massa a divulgar seu nome através de uma indignação coletiva, porém sem se aprofundar no tema que foi colocado intencionalmente.
E dentro da superficialidade das relações humanas contemporaneas as pessoas passaram a acreditar que para validar uma opinião sem muitas raízes, pode se usar violência,  preconceito, discriminação e todo tipo de comportamentos bizarros.
As pessoas tem vivido em seus pequenos aquários, sem querer a experiencia de conhecer tudo que existe no oceano.
E para alguns oportunistas este tipo de comportamento é muito vantajoso. Pois pode manipular, mentir e enganar. Dizendo que você esta se protegendo de tudo, mas na verdade você só consegue ver o que permitem que você veja.
Para os manipuladores e que se mantém no poder através da ignorância das pessoas. É mais vantajoso que você não se aprofunde em nada. Não conheça nada. Pois assim é muito mais fácil fazer com que você engula o discurso abusivo e aproveitador que deles emana.
Pensar por si só é algo que exige muito de cada pessoa. E as vezes é mais comodo pensar pelo que dizem. Fazer o que todos fazem.
Mas o perigo mora exatamente ai.
 Porque muitos perceberam que da ignorância das pessoas há um campo inexplorado para obter vantagens ilícitas, prejudicar os outros, se dar bem a qualquer preço.
Tenho visto, principalmente no Brasil, apesar que isto não é exclusividade do Brasil. Uma violência desmedida contra pessoas que não partilham da mesma opinião ou fazem escolhas diferentes.
Vejo um estimulo a bestialidade, violência e preconceito. Que infelizmente acaba sendo difundido amplamente pelas pessoas que tomam conhecimento do assunto superficialmente.
Infelizmente temos perdido a nossa essência e nos calado para dar voz a ideologias e comportamento que não condizem com o que realmente pensamos. Se deixarmos os que falam por nós comprometerem a nossa voz, ou calarmos a nossa verdadeira voz, então o Brasil não tem mais saída e caminhará a passos largos para o caos e a insegurança.
Não quero doutrinar ninguém. Mas só questiono. O que você tem dito representa mesmo a sua voz interior?

Dryca Lys

0 comentários:

Ajude a Somália. Clique Aqui

 

Programa Radar Paulista 18h

Visitantes do mundo

Rádio Vale do Acaí