Click e Ajude o projeto cinematográfico Luz e Sombra

Translate


Tico Santa Cruz e Gretchen: A internet não é terra sem lei.


Tico Santa Cruz disponibilizou em seu perfil um vídeo comentando sobre um processo que ele moveu contra um youtuber que fez acusações contra Tico Santa Cruz e sua banda sobre recursos da lei Rouanet.

No vídeo, Tico não diz quem é o youtuber, para não promover divulgação, porém explica sobre o processo e ainda relata sobre outros processos contra pessoas que promoveram ataques sem fundamento na realidade contra ele. E esperamos os desdobramentos destes processos
.

A eterna rainha do Bumbum, Gretchen, recentemente também veio as redes sociais para falar sobre o processo que move contra outro canal no youtube que promoveu ataques a ela e a seu filho Thammy.

E a Justiça parece ter determinado a retirada dos vídeos, com imposição de multa. 

Levanta mais uma questão que permeia a internet, a rede não é uma terra sem lei. Pois muitas pessoas pensam que tudo é permitido na internet e "não pega nada".

Pega... E pega muito. E pelo jeito o Felipe Neto também esta processando um youtuber, que pelas pesquisas parecer o mesmo youtuber que Tico Santa Cruz processou.

A sociedade que esta conectada o tempo todo precisa entender que a internet não é terra sem lei. E que cada ato que se faz na internet deve ser pensando, pois da mesma forma que a lei que se impõe na vida real. É também transportada para a vida virtual.

E a questão mais controvertida na internet recai sobre o direito a privacidade. Não é porque a pessoa tem rede social, não significa que as pessoas podem pegar as imagens e utilizar indiscriminadamente.

Pois existe a diferença entre utilizar a imagem da pessoa para divulgar seu trabalho, sua carreira e notícias. Da utilização indevida da imagem com conteúdo pejorativo e com intuito de denegrir a imagem da pessoa.

E quando o perfil é fechado, com configurações de privacidade que impede acesso ao conteúdo ao grande público, a utilização da imagem pode gerar a invasão de privacidade.

Acima de qualquer coisa. É preciso respeitar a individualidade das pessoas e o direito a privacidade de cada um. E não sair promovendo ataques e ofensas.

Porque o que se aplica legalmente na vida real, também se aplica na vida virtual. E eu já falei sobre esta assunto em 2011, neste artigo.

0 comentários:

Conheça

 

Programa Radar Paulista 18h

Visitantes do mundo

Rádio Vale do Acaí

Parceiro