Conheça

Translate


Eu quero continuar acreditando que apesar de tanto mal ainda existe bondade no mundo


A gente escreve milhões de palavras para tentar se sentir mais aliviada. Tenho que confessar que poucos poemas eu escrevo sobre mim. Mas hoje, em especial, eu não estou tendo paz. Enquanto não escrever um poema, sobre mim... 

Mas eu gosto de escrever para você, que se senta ai do outro lado da tela e me oferece seu tempo, lendo o que eu escrevo.

Eu sei que não sei em que parte do mundo você esta agora, nem como você é. Mas eu consigo sentir a energia de cada um de vocês.

E isto tem me dado muitas forças para voltar a escrever, quase que diariamente, neste blog.

Eu sei que, muitas vezes, eu paro do escrever e mesmo assim, vocês continuam vindo aqui.

Realmente, isto é muito especial para mim. E tem um impacto muito positivo na minha vida. Pois, vivemos em um mundo de relacionamentos instantâneos, que duram apenas alguns minutos e depois desaparecem como o vento.

Vivemos em um mundo de ilusão, onde procuramos o engano, nos decepcionamos com as falsas expectativas que colocamos nas mentiras que nos contam.

E que desprezamos os sentimentos e atitudes verdadeiras. E que deixamos para depois tudo aquilo que realmente quer nos ajudar, que quer nos levantar e nos dar suporte.

E o menor sinal de bondade e de generosidade é visto com outros olhos... E acabam sendo mal interpretados...

Eu tento manter a fé na humanidade todos os dias, mas tem sido um verdadeiro teste de paciência e de força de vontade.

A gente munda muito ao longo do tempo, sonhos que a gente tinha outrora podem, repentinamente, não mais fazer sentido hoje.

Mas continuam sendo portas abertas para a gente atravessar, quando no impulso tomados decisões precitadas.

As memórias que permanecem dentro da nossa cabeça, deveriam ser aquelas dias ensolarados e cheios de felicidade.

Mas, infelizmente, há uma onda de má vibrações... Que contagiam você... Eu entendo que a poesia é a maneira que as energias do Universo encontraram para falar através de mim. 

Como diria Renato Russo "Acho que não sei quem sou, mas sei o que eu não gosto"...

Eu sigo tentando acreditar. Tentado pegar cada estilhaço meu, para tentar me recompor novamente...

Guardo esperanças de uma menina boba, que há muitos anos estava trancada num lugar escuro. E que poucas vezes saia para passear. 

Mas era trancada de novo...

Repentinamente esta menina boba e sonhadora resolveu sair. E mudar algumas coisas, mas as sombras insistem em persegui-la...

Mas dessa vez é hora de se auto curar. É hora de entender que a gente não tem culpa se o outro tem rachaduras mais profundas e para se sentir melhor decide ferir o outro.

Eu não quero carregar o fardo dos problemas dos outros. A vida é curta demais para se prender a dor que não é minha.

Sim o mundo é feito de decepção e enganos, e eu não sou ingenua de dizer que isto não existe.

Mas o que muda tudo é o fato de você saber o que fazer. Qual perspectiva você quer tomar...

Eu preciso aprender a dizer não com mais assertividade em muitas situações, sim existem situações que você fica com medo e acoada e não sabe o que fazer...

Mas é preciso aprender a se defender em muitos casos. O tempo anda como um ladrão pela noite e quando ele passa, somente restam as lembranças após ele.

Eu quero continuar acreditando que ainda existe bondade num mundo de decepção, engano e ilusão.

E sinto muito, mas algumas pessoas vão chorar, no futuro, pois agora estão tão cegas que não estão vendo que estão deixando escorrer pelos dedos presentes que o Universo lhes manda.

Mas a vida é feita de escolhas. E são as suas escolhas que acabam definindo a sua vida.

Com carinho

Dryca Lys


0 comentários:

Ajude a Somália. Clique Aqui

 

Programa Radar Paulista 18h

Visitantes do mundo

Rádio Vale do Acaí