Click e Ajude o projeto cinematográfico Luz e Sombra

Translate


Quando o cansaço chega...


Muitas vezes na vida... A gente é levado a acreditar que as pessoas são objetos substituíveis em nossos caminhos. E que, quando se aproximam demais de nós, temos que descartá-las o mais depressa possível... Antes que elas consigam ver exatamente como somos.

Todo mundo precisa sim, passar um tempo sozinho. Para se auto conhecer e entender seus pontos fracos e seus pontos fortes.

Sim, todos nós temos nossos momentos de fraqueza e de sombras, que temos medo de revelar para outras pessoas.

Sim... Temos medo de mostrar quando ficamos vulneráveis e, principalmente, nós somos ensinados desde cedo que não devemos confiar em ninguém... Porque todo mundo se aproxima para descobrir nossos pontos fracos e usá-los contra a gente... Quando querem conseguir algo de nós.

Mas com o tempo começamos a nos deparar com pessoas que realmente se importam com a gente. Que sofrem prejuízos para nos ajudar. E que não se importam em ser prejudicadas para nos ensinar que, ainda sim, existem pessoas que amam de verdade e amam com sinceridade.

Infelizmente, somos programados desde pequenos por um sistema educativo que nos afasta da essência de integração e nos prega a segregação.

"Um mestre do Oriente viu quando uma cobra estava sendo queimada e decidiu tirá-la do fogo, mas quando o fez, a cobra o picou. 


Por reflexo e pela de dor, o mestre a soltou e a cobra caiu novamente no fogo, voltando a se queimar... 



O mestre tentou tirá-la novamente e novamente a cobra o picou. 



O discípulo que estava observando a tudo, se aproximou do mestre e lhe disse:



— Desculpe-me, mestre... Eu já entendi que todas as vezes que tentar tirar a cobra do fogo ela irá picá-lo!



O mestre então explicou:



— A natureza da cobra é picar, mas isto não vai mudar a minha, que é ajudar.



Então, com a ajuda de um pedaço de madeira o mestre tirou a cobra do fogo e salvou sua vida."


Na ideia contemporânea de vida e sociedade, aprendemos que temos que usar as pessoas e ter um amor desmedido pelas coisas, queremos aparentar... Mas nunca querer ser.

Aprendemos à não valorizar bons sentimentos e não nos importarmos com ninguém. Sim ter amor próprio é muito bom. Mas também temos que entender que há uma linha bem tênue entre amor próprio e egoísmo combinado com arrogância.

Muitas vezes fazemos pessoas chorarem por nossa causa, por nossas atitudes... Quando deveríamos abraçar essas pessoas e reconhecer que elas sempre estivessem do nosso lado.

Depois nos sentimos culpados. E dizemos "você esta me fazendo sentir culpa"...

Talvez esta culpa esteja ai, para te dizer... Te ensinar algo.

"Hey, será que você não esta machucando pessoas que realmente estão tentando te ajudar. Que você está magoando pessoas que podem estar colocando de lado grande problemas que estão vivendo, para poder fazer você chegar onde você quer chegar. Porque simplesmente querem ver você feliz."

Algumas vezes, para algumas pessoas é um tremendo esforço externar sentimentos, é uma tremenda batalha expor tudo que se passa dentro dela. E quando ela é sincera e faz isso... A pessoa esta se colocando diante de você em completa vulnerabilidade.

E ai ela volta a se sentir insegura, quando ela começa ver que as suas atitudes estão bem diferentes das palavras que você usa.

Ela não sabe mais como se comportar com você. Ela não sabe mais como se aproximar de você.

Porque você começou a se fechar com ela e justamente ela começa a pensar "poxa vida, o que eu fiz de errado para a pessoa? Eu sempre estive disponível e pronta para ajudá-la e, repentinamente, as coisas começaram a mudar muito e a pessoa começou a agir de maneira completamente diferente do que ela costuma dizer."

Daí bate aquele cansaço emocional e espiritual... Onde as coisas começam a perder o sentido e tudo deixa de ser colorido e passa a ser preto e branco.

As vezes a gente quer tanto fazer a pessoa ir embora... Que não se dá conta que esta pessoa é exatamente quem precisamos em nossas vidas...

Acabamos arrancando o coração dela e deixando ela partir... E depois começamos a chorar, mesmo que por dentro... Porque percebemos que cometemos a maior tolice de nossas vidas...

Às vezes uma pessoa que tem um potencial enorme para atingir o sucesso material e profissional. Entra na nossa vida....

Ela começa dividir com a gente as experiências dela. Começa a nos ensinar muita coisa bacana, que nos transforma. Daí ela dividi conosco que esta recebendo muitas propostas do exterior. Mas ela não quer ir... Porque ela encontrou um significado e uma razão que ela precisava para ficar...

Mas a gente começa a pensar "poxa eu estou atrapalhando ela. Poxa eu a estou impedindo de fazer algo de muito bom na vida dela"

E ai a pessoa mete os pés pelas mãos e começa a fazer coisas para machucar a outra, para forçá-la a ir embora. Pensando que esta fazendo o melhor para aquela pessoa, pois ela enfiou na cabeça "se eu fizer isso ela vai seguir o sonho dela."

Mas você pode a estar forçando a tomar uma decisão que ela não quer. Porque ela pode não ser mais a pessoa que sonhou com aquilo tudo e que as mudanças foram tantas, que ela já não vê mais sentido naquilo que hoje se concretiza para ela.


As vezes, sem saber, condenamos quem mais admiramos a completa solidão. Porque pensamos que não cabemos no mundo dessa pessoa.

Você já parou para pensar que o sucesso e muitas coisas que pensamos ser, extremamente, importantes na verdade não são nada.

O sucesso pelo sucesso, a fama apenas pela fama, a super exposição apenas pela super exposição não representam nada...

É como uma vitória vazia. Você corre uma longa corrida solitária pelo tempo, buscando a satisfação apenas pela satisfação, sem um significado. Sem algo que realmente faça sentido. E quando você alcança. Aquilo que você tanto queria, não representa nada. E nem serve para nada.

E representa apenas uma vitória vazia.

Ela é tão sortuda, mas porque ela chora?
Muitas vezes nós nos colocamos cortinas de fumaça em nossas visões. E escolhemos caminhar pelas sombras, pensando que fizemos a melhor escolha. E o resultado é sempre o mesmo. Vazio, tristeza, dor e solidão...

E eu comecei a pensar tanto, quando eu vi este vídeo... 


Eu realmente cansei... Porque eu entendo a mensagem do vídeo. Embora minha identidade sexual não é gay...

Mas eu sei como é desgastante...

Com carinho

Dryca Lys

Fontes: A mensagem do Mestre e da Cobra blog Mensagem todo dia
Vídeo: Canal Para Tudo
Imagens: Google images

0 comentários:

Conheça

 

Programa Radar Paulista 18h

Visitantes do mundo

Rádio Vale do Acaí

Parceiro