Translate

Pray For Mexico, Puerto Rico, For The World Peace


Michele Crispim vence o Masterchef Brasil. A brasilidade autoral nas duas competidoras

Michele Crispim
A última edição do Masterchef, tenho que confessar que eu não acompanhei tão regularmente quanto as demais. Pois eu tenho me divertido muito com o Masterchef México e EUA.

Mas eu vi alguns momentos do Masterchef Brasil, como eu assisti, de maneira bem irregular, a final do programa.

Pelo que pude conferir, a Michele fez uma trajetória inversa no programa.

Esta menina demonstrou de maneira, bem sutil, o talento culinário dela. Mas ela sempre segurava a mão para não "entregar o ouro" tão facilmente.

Vinha com receitas seguras para ela. Vinha com um repertório não tão complexo, para não despertar a fúria dos outros participantes. Sabe a estratégia de "vou me mostrar fraco e vulnerável agora e surpreender mais pra frente"... Garota inteligente a Michele, que em muitos momentos foi subestimada pelos demais participantes, e sempre colocada como uma peça  mais fraca, que não merecia tanta atenção, pois em algum momento "ela iria sair mesmo". Ledo engano dos demais participantes.

Deborah já veio mais forte, foi mostrando para todo mundo seus dotes culinários e a força de sua cozinha. O  que despertou nos demais participantes o sinal de alerta e a tentativa de eliminá-la de todas as maneiras.

Em muitos pontos ela se mostrou cheia de si e longe da humildade, talvez pela pressão da competição e pelo fato de todos os dias na cozinha do Masterchef ter que matar um leão para permanecer em pé na competição mais acirrada do mundo. 

Na final, uma supresa bem agradável das duas. Quando Paola Carossella, Henrique Fogaça e Erick Jacquin viram as competidoras imprimindo sua identidade gastronômica na competição, demonstrando uma final autoral e cheia de surpresas. Uma final realmente linda, emocionante e impactante.


Apesar do belo cardápio, Deborah manteve se em uma zona de certo conforto e que isto acabou por lhe levar ao segundo lugar na competição do Masterchef.

Deborah lutou uma verdadeira batalha, com seus altos e baixos, e aprendeu como a gastronomia transforma as pessoas, onde com a comida conseguimos chegar e tocar a alma das pessoas. Onde oferecemos amor e conforto num  receita... Onde colocamos nossa essência, nossa história, nossa vida  dentro de um prato e oferecemos com amor ao outro.


Michele surpreendeu com um cardápio forte, destemido, ousado e complexo. E com isto acabou por levar a vitória. Onde os riscos que assumiu lhe renderam a vitória e mostrou o poder da sua cozinha.
Demonstrou que a criatividade, quando bem utilizada e bem arquitetada pode levar a vitória sim. 

Foi uma competição muito bacana. Foi uma final que tocou meu coração. Onde eu vi pratos e ideias autorais mostrando a força e a grandeza da Gastronomia Brasileira.

Parabéns as duas. Pois são duas guerreiras. Que mostraram que todo sonho se realiza sim. Se você tiver coragem de sair do lugar comum e se colocar diante do sol, com intuito de brilhar.

Com carinho

Dryca Lys

0 comentários:

Conheça

 

Programa Radar Paulista 18h

Visitantes do mundo

Rádio Vale do Acaí

Conheça a Cia LF Produções Artísticas