Translate

Pray For Mexico, Puerto Rico, For The World Peace


Rogeria, obrigada por toda beleza que você espalhou neste plano.

A grande diva da alegria e irreverência
Este ano de 2017 tem sido, extremamente, doloroso. Grandes nomes das Artes estão partindo. Estão deixando aberto lugares que nunca serão ocupados. 

Desta vez, foi Rogéria que nos deixou. Uma artista brilhante, uma pessoa encantadora, forte, irreverente, engraçada, sincera, que espalhava luz e vida por onde quer que passasse.

Aquele tipo de pessoa que, pouco importa quem é, tem aquele brilho cativante. Que te faz querer estar perto e gargalhar até das pequenas coisas.

Que tinha uma sensibilidade única para nos fazer sentir únicos, especiais e amados.

Fará falta... Muita Falta... Nunca será substituída, nunca será esquecida.

Rogéria estava doente, já estava internada acerca, de mais ou menos, um mês para tratamento. Nós esperávamos que ela se recuperasse e que voltasse linda e triunfante para nós alegria com seu espírito livre e magnético.

Mas a vida tinha outros planos. Rogéria morreu em decorrência de infecção generalizada. E nós hoje estamos aqui tristes com sua partida.

"Ela foi e sempre será o maior ícone travesti do Brasil. Brilhou com tanta dignidade, com tanto talento, e agora se foi... Mas a vida é assim, tem um começo, um meio e um fim. Infelizmente, o fim chegou" relembra sua amiga de adolescência Jane.

Rogéria, como ninguém, representou com dignidade a luta pelos direitos das Travestis do Brasil, com elegância e uma delicadeza impar, nos ensinou que um travesti não é diferente de ninguém. 

É um ser humano, que quer seu lugar dentro da sociedade, que tem dignidade, que trabalha pelos seus sonhos, que respeita as leis, que paga seus impostos... Que ama, sorri, chora, sofre, cai e levanta como qualquer pessoa.

Ela sempre será um ícone, sempre será "A Travesti da Família Brasileira", título que recebeu em sua jornada pelo mundo da Arte, devido a seu caráter impar e sua dignidade intacta.

Rogéria, com uma beleza impar, sempre comentava que nunca desejou ser uma mulher, mas que gostava de parecer uma. "Sou Rogéria, com muito orgulho de preservar o Astolfo Barroso Pinto". 

Esta alma sem igual nos mostrou seu respeito imenso pelo sexo feminino, demonstrou sua afeição pela feminilidade e como ela sempre ajudava as mulheres a se sentirem mais lindas e mais poderosas. Lembrem do carinho imenso de Rogéria por Rita Cadilac e por todas as mulheres que entravam em seu caminho.

Grande Rogéria que agora brilha no Universo. Sempre lembraremos com carinho de você. Você sempre será a maior estrela do transformismo brasileiro.

Você sempre viverá em nossos corações. Embora a dor da separação deste plano seja imensa. Nós celebramos a vida intensa, alegre, maravilhosa que você teve.

Celebramos a sua vida e agradecemos os 74 anos que tivemos a oportunidade de aprender com você, de rir com você, de nos alegrarmos com você.

Obrigada por tudo. Vai em paz. Brilha forte no Universo estrela. Que veio do Universo abrilhantar este plano e agora regressa a origem.


Zarpou a barca do sonho

(Dryca Lys)



A embarcação do sonho esta pronta para partir
cada segundo é precioso para você regressar
nas nuvens de algodão doce, ela vai zarpar.
Em uma noite ela trouxe os desejos escondidos
mas o dia vem chegando, vamos nos despedindo.
Em alguns instantes seus olhos vão se abrir.


A barca do sonho segue as ondas da noite,
vai navegando pela madrugada, encontra
seus pensamentos profundos e assim desponta
em uma viagem única, uma viagem fascinante
outras viagens não são boas, são horripilantes.
A barca do sonho atravessa todos os montes...



Montes profundos do imaginário, atravessa a tormenta
do mar do desconhecido, revira os sentimentos
perdidos dentro do templo sagrado dos seus pensamentos;
ela atravessa a mente, conhece os mistérios do coração.
A barca do sonho consegue iluminar a escuridão
para revirar a alma, a tempestade ela enfrenta...



A tempestade do profano, a tormenta do sagrado.
Para alguns a viagem pode durar muito pouco
pois chega o dia e os sonhos passam como sopro.
Para outros a viagem é eterna, vem o vento norte
fazendo com que a barca leve alguém para a morte.
Sonhos e pesadelos, a barca traz sempre o inesperado.


Poema que integra a obra A Barca do Sonho de Dryca Lys 


Imagens: Google Images internet

0 comentários:

Conheça

 

Programa Radar Paulista 18h

Visitantes do mundo

Rádio Vale do Acaí

Conheça a Cia LF Produções Artísticas