Acesse ou ligue CVV

Conheça


Carta Aberta a Ministra Damares Alves

Damares Alves
Não consigo compreender muitas coisas que se colocam. Uma vez que a mídia despeja uma enxurrada de informações sobre a polêmica Ministra. Porém são muitas vozes dizendo tantas coisas que a gente fica perdido mesmo.

E junta aquela característica do brasileiro em brincar e fazer piadinhas, talvez para quebrar aquela energia negativa que acaba em briga.

E no campo político em 2018 tivemos brigas feias por causa de política. Porém é inegável que ela teve uma trajetória muito longa para chegar onde esta,  ela se tornou advogadapastora evangélica, educadora e coordenadora do projeto educacional do Programa Proteger.

Fala-se tanto de empatia. Porém quando a pessoa não diz o que a maioria não quer ouvir, se cria uma histeria coletiva. Com ataques sem fundamento, com muito pouco resquício de verdade. Vejam a Ministra muito além da imagem. Eu compreendo a sua história, entendo a sua dor... Porém, peço-te Ministra, conheça as diferentes realidades do Brasil. Pois as coisas que mais doem, para quem esta vulnerável, são: A fome, o abandono, o descaso, o preconceito, a discriminação, a banalização de assuntos sérios...

"Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;
Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;" Mateus 5:6-9

Estou com uma certa desconfiança e que a maioria não esta vendo. Pois ela fala coisas que, ela sabe que vai por fogo no circo no Brasil. Enquanto tem pautas bem sérias sendo discutidas por baixo dos panos. Eu vejo como uma cortina de fumaça e que essa ministra esta sendo usada como um meio de distrair a atenção do povo para as pautas mais sérias. Tanto que quando ela falou isso, a questão do azul e do rosa (que não se tratava da cor em si, mas alusão a uma corrente ideológica que nem mesmo a ciência chegou num consenso ainda, mas esta em árduas pesquisas sobre) estava num momento privado de comemoração entre eles e que não era nem para ir para lugar nenhum, mas alguém, espertamente, resolveu divulgar... Tô com a pulga atrás da orelha, que ai tem coisa...

Já que a Ministra defende da Mulher, Família e Direitos Humanos,, convido a senhora vir conhecer a região do extremos sul de São Paulo, Parelheiros... 

Quem quer paz, também tem que aprender a lutar. "Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada;" Mateus 10:34, quando Jesus disse isto. Ele não incitou a guerra, como nós homens fazemos. 

Jesus nos convida a lutar por aqueles que tem menos força que nós. Jesus nós convida para falar por aqueles que não são ouvidos, por sua condição social ou por sua fraqueza.

É assim que nos tornamos Sal da Terra e Luz para o mundo. O amor de Cristo consiste em sermos mais fortes que o mal que se espalha rapidamente pelo mundo. Por entender contra o que realmente estamos lutando, forças espirituais. "Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais." Efésios 6:12


E a Ministra com, toda certeza, sabe que nosso País é laico. Ou seja não declarou em sua Constituição Federal nenhuma religião como religião oficial, porém estabeleceu que a liberdade de crença, seja ela qual for, deve ser respeitada.

In verbis, a Constituição Federal Brasileira de 1988:

"Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

VI - e inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

Art. 19. É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:

I - estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público;"

E o artigo 1º da Constituição Federal em seu paragrafo único, foi bem claro ao dizer de onde emana o poder que deve reger o Brasil.

"Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:

I - a soberania;

 II - a cidadania;

 III - a dignidade da pessoa humana;

 IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;

 V - o pluralismo político.

 Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição."

A grande questão é que muitos não tiram um tempinho para ler a Constituição Federal Brasileira, que rege todo o Brasil. Para entender o que deve e o que não deve ser feito.

"SEÇÃO IV
DA ASSISTÊNCIA SOCIAL

Art. 203. A assistência social será prestada a quem dela necessitar, independentemente de contribuição à seguridade social, e tem por objetivos:

I - a proteção à família, à maternidade, à infância, à adolescência e à velhice;


CAPÍTULO III
DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO DESPORTO
SEÇÃO I
DA EDUCAÇÃO

Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

CAPÍTULO V
DA COMUNICAÇÃO SOCIAL

Art. 220. A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 1º Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no art. 5º, IV, V, X, XIII e XIV.

§ 2º É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.

§ 3º Compete à lei federal:

I - regular as diversões e espetáculos públicos, cabendo ao Poder Público informar sobre a natureza deles, as faixas etárias a que não se recomendem, locais e horários em que sua apresentação se mostre inadequada;

II - estabelecer os meios legais que garantam à pessoa e à família a possibilidade de se defenderem de programas ou programações de rádio e televisão que contrariem o disposto no art. 221, bem como da propaganda de produtos, práticas e serviços que possam ser nocivos à saúde e ao meio ambiente.

§ 4º A propaganda comercial de tabaco, bebidas alcoólicas, agrotóxicos, medicamentos e terapias estará sujeita a restrições legais, nos termos do inciso II do parágrafo anterior, e conterá, sempre que necessário, advertência sobre os malefícios decorrentes de seu uso.

§ 5º Os meios de comunicação social não podem, direta ou indiretamente, ser objeto de monopólio ou oligopólio.

§ 6º A publicação de veículo impresso de comunicação independe de licença de autoridade.

Art. 221. A produção e a programação das emissoras de rádio e televisão atenderão aos seguintes princípios:

I - preferência a finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas;

II - promoção da cultura nacional e regional e estímulo à produção independente que objetive sua divulgação;

III - regionalização da produção cultural, artística e jornalística, conforme percentuais estabelecidos em lei;

IV - respeito aos valores éticos e sociais da pessoa e da família.

CAPÍTULO VII
DA FAMÍLIA, DA CRIANÇA, DO ADOLESCENTE E DO IDOSO
Da Família, da Criança, do Adolescente, do Jovem e do Idoso
(Redação dada Pela Emenda Constitucional nº 65, de 2010)


Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.
Art. 228. São penalmente inimputáveis os menores de dezoito anos, sujeitos às normas da legislação especial.

Art. 229. Os pais têm o dever de assistir, criar e educar os filhos menores, e os filhos maiores têm o dever de ajudar e amparar os pais na velhice, carência ou enfermidade.

Art. 230. A família, a sociedade e o Estado têm o dever de amparar as pessoas idosas, assegurando sua participação na comunidade, defendendo sua dignidade e bem-estar e garantindo-lhes o direito à vida."

E realmente, precisamos entender as propostas que Dâmares esta apresentando no cargo que recebeu, por conta de sua experiência técnica e sua vivência política.

A mídia tem divulgado, constantemente, que segundo a visão da Ministra é a Igreja que salvará o Brasil. Porém a Ministra entende que o Estado tem vários princípios fundamentais da Administração Pública que impedem utilizar viés ideológico religioso para efetivamente governar. Por este motivo o Estado Brasileiro é regido pelo principio da Laicidade.

E até mesmo Jesus Cristo disse que devemos ter sabedoria e separar as coisas que são para Deus das coisas que são do mundo. Pois são universos completamente diferentes entre si.


"Mostrai-me uma moeda. De quem tem a imagem e a inscrição? E, respondendo eles, disseram: De César.

Disse-lhes então: Dai, pois, a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus." Lucas 20:24,25



A politica para convivência social é estabelecida e construída por homens. E tem objetivos que não se assemelham com as coisas de Deus. Mas não é por isto que devemos lutar ou forçar as pessoas a ver tudo pela nossa visão. Pois no Evangelismo foi dito que a obra é feita por Deus e não pela nossa vontade. " E respondeu-me, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos. Zacarias 4:6"



Evangelismo não é politica. E precisamos entender isto. Pois não é forçando ninguém a nada, que levaremos ninguém a lugar nenhum. Sabedoria, Amor e Comunicação clara devem fortalecer o Evangelismo.



Quanto a política, temos que aprender que, mesmo quando somos chamados por Deus, não devemos tentar ser superiores aos outros. Pois isto nos afasta das nossas responsabilidades como pessoas e cria o orgulho que abala a comunhão com Deus. Em tudo Jesus nos orientou a sermos humildes.

Como cidadã brasileira eu acompanho o atual governo, não com fanatismo. Nem desejando a sua falha. 

Desejo que o atual governo encontre o caminho para reconhecer o direito de todos nós brasileiros, independente de etnia, gênero, status social, ou seja lá como as pessoas decidam ser. Pois o Brasil é uma democracia, jovem, porém ainda é uma democracia.

Se você tiver dúvidas sobre a Legislação aqui apresentada leia a Constituição Federal Brasileira.

Dúvidas sobre as passagens bíblicas que utilizei, leia a sua Bíblia ou acesse o Biblia Online

0 comentários:

 

Visitantes do mundo

Prêmio Quality

Prêmio Quality
Profissional do Ano 2014

Dryca Lys

Rádio Vale do Acaí

Prêmio Excelência e Qualidade

Prêmio Excelência e Qualidade
Melhor do Brasil 2014