Acesse ou ligue CVV

Conheça


Withney Thore oscila entre encorajamento e medo

Uma mulher de peso

Eu achava fabulosa esta série reality show quando ela surgiu. Withney Way Thore chegava com um discurso muito legal de "Amo meu corpo", deixe de se odiar.

Começava a jornada do Body Positive e mostrava uma mulher que dançava e encantava. A primeira impressão foi mágica. Então pensei! Uma pessoa que realmente esta fazendo a diferença e inspirando outras pessoas. Com um discurso e atitudes positivas e encorajadoras.

Extrema coragem naquele momento
Com muita coragem, a jovem nos contou sobre o ganho de peso. E fez muita gente saber sobre a Síndrome do Ovário Policístico. E começou a jornada para mostrar que pessoas acima do peso, merecem respeito. Merecem ser tratadas com dignidade.

Withney Way Thore
Surgiu o movimento "No Body Shame", onde a jovem começou a difundir o Body Positive. E para muitas meninas ao redor do mundo, isto foi poderoso. Pois houve uma imediata identificação com Withney e tudo que ela passa com o ódio gratuito que sentem pelas pessoas gordas.

Porém com o caminhar da série as coisas foram mudando. O discurso de Withney começou a enfraquecer.

As temporadas que foram chegando, revelaram uma Withney complementa insegura e que com sério problemas com a própria imagem.

Pois em muitos episódios se vê uma mulher que acha que por ser gorda, jamais será feliz. Com uma dificuldade imensa em encontrar um companheiro. 

E em muitos episódios vemos Withney obcecada com o o ódio das pessoas contra ela, por conta do tamanho de seu corpo.

A briga entre Jia e Withney
Uma série de episódios mostrou uma moça, chamada Jia, competindo com Withney e presenciamos uma briga, meio que sem sentido, entre as duas. Onde Jia não entendeu a proposta da aula de dança das Gordinhas, promovida por Withney.

Também vimos Withney deixar o ex Lenny, e tentar engatar um namoro com Roy. O que não deu certo e foi até muito constrangedor.

Buddy e Withney
Também vimos Withney não perceber que seu melhor amigo Buddy, precisar de ajuda. Por estar se envolvendo com drogas. E acabou entendendo que se fechar numa bolha não ajuda em nada.

Fitness Marshal abriu uma grande oportunidade
Em outra temporada, vimos um grande feito de Withney. Chamar a atenção de Fitness Marshal, um dos maiores influenciadores fitness dos Estados Unidos. E o jovem convidou Withney para uma turnê pelo país, abrindo uma grande porta para Withney e que poderia alavancar o movimento "No body shame".

Porém Withney desistiu da turnê. O que criou um grande desconforto entre Withney e Todd (melhor amigo de Withney que se desentendeu com ela na viagem a Nova Iorque).

Antes e depois
Withney precisa se posicionar com firmeza com relação a si mesma. Pois eu vejo uma pessoa que inspirou muitas meninas ao redor do mundo, com o discurso de encorajamento e empoderamento.

Sabemos que existe uma industria que se constrói no padrão de beleza inatingível, pregando que as mulheres e homens devem procurar uma beleza inatingível.

E por isto o movimento de empoderamento e auto-aceitação é de extrema importância, para promover mais amor próprio e também para a preservação da saúde mental das pessoas.


Withney tem um voz que pode ajudar muitas pessoas acima do peso. Não se perca com a pressão que fazem sobre você.

Se manter saudável e ativa não significa se tornar magérrima para agradar outras pessoas.

Quando se busca a própria identidade. Quando buscamos nos entender como somos, dentro de um sistema que tenta nos obrigar a ser o que não queremos ser o tempo todo. Acabamos passando por várias situações que afetam nossa saúde mental e que se reflete em nossa saúde física.

Um dia, alguém verá muito além da aparência de Withney e neste dia, ela realmente encontrará alguém a valorizará pela pessoa que ela é.
Porém, viver para agradar os outros não trará a felicidade para Withney. 

No mundo sempre vão existir pessoas que vão te odiar, não por você ser gorda, não por você ser magra. Mas odiaram você pela pessoa que você é. Então é preciso ser forte. E muitas vezes é preciso não ouvir as vozes que querem te derrubar.

Em uma live você mesma disse "Seu peso não define o seu valor". 

Eu sou sou definida por quanto eu peso.
Num mundo onde tudo tenta te colocar numa caixa fria e pronta, para ser igual. Sem questionar. Tentar ser o que se realmente é, é um ato de rebeldia. Que pode gerar perseguição e ódio de quem quer proteger o sistema a qualquer custo.

Kerrye Feehan
Um dos momentos mais dolorosos foi o confronto entre a comediante Kerryn Feehan e Withney Thore.

Kerryn levantou alguns pontos que as pessoas utilizar para justificar o preconceito e os ataques as pessoas acima do peso.

Utilizam sempre a questão médica e a "preocupação com a saúde" como discurso para justificar as ofensas e a discriminação que pregam contra pessoas gordas.

Porém, na realidade, não há nenhuma preocupação com a saúde de ninguém. O que existe é um desejo desenfreado de lucrar de alguma maneira com a dor do outro.

Pois se sabe que tirar sarro dos outros para promover seu nome dentro do mundo da comédia é o que a maioria faz.

E é difícil entender quando se faz piada para divertir e quando você utiliza o humor para agredir outras pessoas.

A regra é simples. Se causar desconforto, constranger ao ponto de machucar. Então não é humor e disseminação de discurso de ódio.

Kerryn disse utilizar sua história, seu problema com o alcoolismo para conscientizar as pessoas. Porém, vemos nela uma vontade de promover seu trabalho utilizando a tristeza dos outros. E Withney não deveria ter revidado Kerryn, pois Withney deu voz a quem não deveria ter tido voz.

Como vimos em muitos episódios do reality, que se deu voz para pessoas que não deveria ter sido dada atenção, assim teria se evitado muitos constrangimentos.

Uma mulher de peso, sempre no TLC.

0 comentários:

 

Visitantes do mundo

Prêmio Quality

Prêmio Quality
Profissional do Ano 2014

Dryca Lys

Rádio Vale do Acaí

Prêmio Excelência e Qualidade

Prêmio Excelência e Qualidade
Melhor do Brasil 2014